Ano Internacional da Cristalografia - AICr2014 - Matemática do Planeta Terra

Ir para o conteúdo

Menu principal

Ano Internacional da Cristalografia - AICr2014

Atividades > Anos Internacionais


Embora Cristalografia suporte todas as ciências fundamentais, e em particular as Geociências, esta continua a ser relativamente desconhecida do público em geral. Essa foi uma das razões pelas quais a Assembleia Geral das Nações Unidas, proclamou 2014 como o Ano Internacional da Cristalografia. Compete à UNESCO liderar e coordenar, em parceria com a União Internacional de Cristalografia, o planeamento e implementação de atividades educativas e de capacitação durante o próximo ano.

Decorreu
na sede da UNESCO, em Paris, nos dias 20 e 21 de janeiro, o lançamento oficial desta efeméride mundial.

Principais objetivos desta efeméride:

  • Aumentar a consciência pública sobre a ciência da cristalografia e como esta sustenta a maior parte dos desenvolvimentos tecnológicos da nossa sociedade moderna;

  • Inspirar os jovens através de exposições, conferências e demonstrações práticas nas escolas, Ilustrando a universalidade da ciência;

  • Apoiar a Iniciativa África em Cristalografia e criação de programas semelhantes na Ásia e na América Latina;

  • Promover a colaboração internacional entre cientistas em todo o mundo, especialmente as contribuições Norte-Sul;

  • Promover a educação e pesquisa em cristalografia e suas ligações com outras ciências;

  • Envolver as entidades internacionais que lidam com a questão da Radiação Síncrotrão e de Neutrões em todo o mundo nas celebrações deste Ano, incluindo o Projeto SESAME criado sob os auspícios da UNESCO.


Seguindo as orientações da UNESCO, o Comité Português para o Programa Internacional de Geociências (coordenação), em parceria com o Comité Português para a Matemática do Planeta Terra, ambos criados sob a égide da Comissão Nacional da UNESCO, irão dinamizar o Ano Internacional da Cristalografia, a nível nacional. Irão, também, colaborar com Comités homólogos e universidades existentes no espaço lusófono, incentivando a organização de eventos conjuntos.




Porquê um Ano dedicado à Cristalografia?

O Ano Internacional da Cristalografia comemora o centenário do nascimento da cristalografia dos raios-X, homenageando o trabalho pioneiro de Max von Laue e Wiliam Henry Bragg / William Lawrence Bragg. Em 2014, também se comemora o 50º aniversário de outro Prémio Nobel, atribuído a Dorothy Hodgkin pelo trabalho em torno da vitamina  e da penicilina.



O que é a Cristalografia?


Os cristais podem ser encontrados em toda a Natureza. Eles são particularmente abundantes em formações rochosas, como minerais, mas também em outros locais, como nos flocos de neve, no gelo ou nos grãos de sal.     

Ao longo dos últimos 100 anos, 45 cientistas venceram Prémios Nobel pelo seu trabalho relacionado com a cristalografia (de forma direta ou indireta). Graças aos seus contributos individuais, a cristalografia tornou-se transversal e fundamental a todas as ciências. Na atualidade, continua a ser um terreno fértil para novas e prometedoras investigações. A cristalografia é fundamental para o desenvolvimento de praticamente todos os novos materiais, desde cartões de memória informáticos até ecrãs televisivos ou componentes de automóveis ou aviões. Os cristalógrafos não estudam só a estrutura dos materiais, mas também usam o seu conhecimento para modificar a estrutura, para lhes dar novas propriedades ou proporcionar-lhes um comportamento diferente. A cristalografia tem inúmeras aplicações. Ela influencia as nossas vidas quotidianas e consiste na espinha dorsal de indústrias que dependem cada vez mais da criação e desenvolvimento de novos produtos. Entre as grandes beneficiadas pela cristalografia, temos as indústrias agroalimentar, aeronáutica, automóvel, informática, eletromecânica, farmacêutica, de minas ou de produtos cosméticos.

O Ano Internacional da Cristalografia será um elo de ligação entre outras duas grandes iniciativas do género, sucedendo ao Ano Internacional da Química (2011) e antecipando o Ano Internacional da Luz (2015).

(SÍTIO OFICIAL)     (LISTA DE REPRODUÇÃO - YouTube)     (Brochura “A Cristalografia Importa!”)



Recursos

Exposição disponivel para requisição intitulada "Cristalografia nas Ciências Fundamentais". Poderá requisitá-la através do formulário.




Eventos dinamizados neste âmbito:


UNIVERSIDADE DE COIMBRA, ALTA E SOFIA: PATRIMÓNIO MUNDIAL DA UNESCO.
ALIANÇA ENTRE CIÊNCIA E CULTURA

22 DE ABRIL DE 2014 | COIMBRA | 14H30


PROGRAMA:
14H30-16H30 – Colóquio
Sessão de abertura:
 
Clara Almeida Santos, Vice-Reitora da Universidade de Coimbra (UC)
 
Ana Martinho, Presidente da Comissão Nacional da UNESCO (CNU)
 
Artur Sá, Presidente do Comité Português para o Programa Internacional de Geociências da UNESCO (IGCP)
 
Paulo Gama Mota, Diretor do Museu da Ciência da UC
 Representante do
Secretário de Estado da Cultura

Oradores:
 
Clara Cabral (CNU/Sector da Cultura)
 
Elizabeth Silva (CNU/Sector das Ciências)
 
Lídia Catarino (DCT/FCTUC)
 
Fernando Marques (UC)
 
Maria Carlos (Museu da Pedra/Cantanhede).

16H30 – Percurso geológico-cultural pelo Património classificado
Com Maria Helena Henriques (UC e membro do Comité Português IGCP)
e Clara Almeida Santos (UC)


Organização:
Universidade de Coimbra,
Comissão Nacional da UNESCO
e Comité Português para o Programa Internacional de Geociências da UNESCO

Apoios:

Museu da Pedra de Cantanhede
e Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

(CARTAZ)   (CONVITE)   (REGISTOS FOTOGRÁFICOS)


LANÇAMENTO NACIONAL DO ANO INTERNACIONAL DA CRISTALOGRAFIA
12 DE MARÇO DE 2014 | VILA REAL | 14H30

O lançamento oficial do Ano Internacional da Cristalografia, em Portugal, teve lugar na Aula Magna da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - UTAD (Vila Real), no dia 12 de março de 2014, numa parceria entre a UTAD, o Comité Português para o Programa Internacional de Geociências da UNESCO (IGCP) e o Comité Português da Matemática do Planeta Terra.

PROGRAMA:
14:30h -  Sessão Solene de Abertura
Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Ministro da Educação e Ciência (a confirmar)
Vice-Presidente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Jean-Paul Ngome Abiaga – Membro do Comité Internacional para as celebrações do AICr/UNESCO
Presidente da Comissão Nacional da UNESCO
Presidente do Comité Nacional para o Programa Internacional de Geociências
Presidente do Comité Português da Matemática do Planeta Terra

15:00h -  Tributo do Comité Nacional para o Programa Internacional de Geociências aos professores
José Lima-de-Faria e Maria Ondina Figueiredo

CONFERÊNCIAS
15:30h -  Cristalografia na Geologia
Maria Ondina Figueiredo, Laboratório Nacional de Energia e Geologia

15:50h -  Cristalografia na Matemática
João Torgal, Universidade de Lisboa

16:10h -  Cristalografia na Biologia
Maria Arménia Carrondo, ITQB, Universidade de Lisboa

16:30h -  Cristalografia na Química
Filipe Paz, Universidade Aveiro

16:50h -  Cristalografia na Física
Margarida Costa, Universidade de Coimbra

17:30h - Coffee-break

17:30h -  Visita à exposição temporária sobre a Cristalografia nas Ciências Fundamentais
Visita ao Museu de Geologia Fernando Real - UTAD
Visita à exposição temporária “ Micromundo das Rochas e Minerais”

(PROGRAMA)   (CONVITE)  (COMUNICADOS DE IMPRENSA 1 2)
  (REGISTOS FOTOGRÁFICOS)   (NOTÍCIA TVregiões)



IX CONGRESSO DOS JOVENS GEOCIENTISTAS
7 DE MARÇO DE 2014 | COIMBRA| 9H00


IX Congresso dos Jovens Geocientistas
Decorre  no dia 7 de Março no Auditório da FCTUC (Pólo II - Universidade de Coimbra), ao longo de todo o dia, o IX Congresso dos Jovens Geocientistas, organizado pelo Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

O tema desta edição é "Geologia, Mineralogia, Cristalografia e Matemática", surgindo assim no âmbito do Ano Internacional da Matemática do Planeta Terra (MPT2013) e do Ano Internacional da Cristalografia (AICr
2014).

OS 0BJECTIVOS DO CONGRESSO SÃO, MAIS UMA VEZ:
Fomentar laços de trabalho e de colaboração entre professores e alunos das escolas básicas e secundárias e professores e alunos do Departamento de Ciências da Terra (DCT) da Universidade de Coimbra (UC).
O congresso está centrado nos alunos e procura o desenvolvimento de competências promotoras da literacia científica e do seu desenvolvimento enquanto cidadãos, das quais se destacam:
- A aprendizagem através da resolução de problemas;
- A concepção e implementação de percursos de pesquisa;
- A estimulação de atitudes críti
cas e solidárias em contexto de trabalho cooperativo;
- A promoção da autonomia através da responsabilização no desenvolvimento dos trabalhos;
- A compreensão dos mecanismos de validação e divulgação de resultados;
- A compreensão do papel das Geociências na progressão do conhecimento sobre o Universo, a Terra, a Vida e a Sociedade;
- O reconhecimento da relevância das Geociências no desenvolvimento das sociedades actuais;
- A adopção de atitudes que contribuam para a sustentabilidade no planeta Terra.


AS ACTIVIDADES E OS RESULTADOS
Os principais participantes são os alunos. São eles os autores dos trabalhos, orientados pelos seus professores e com o apoio e a colaboração dos professores do DCT.
As acti
vidades pré-congresso centram-se numa perspectiva de ensino e aprendizagem por pesquisa, tendo como objecto de estudo o planeta Terra e os seus vizinhos, desde os mais próximos aos mais longínquos. Estes trabalhos serão efectuados em grupo e o resultado será divulgado sob a forma de um RESUMO, a publicar no sítio electrónico do DCT e do Congresso e sob a forma de em "POSTER". Alguns trabalhos poderão ser seleccionados para comunicações orais. Todos os documentos serão revistos por uma Comissão Científica constituída por docentes do DCT. As suas revisões devem ser consideradas.


(SÍTIO DO EVENTO)     (REGISTOS FOTOGRÁFICOS)



 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal