O Céu dos Nossos Avós - Matemática do Planeta Terra

Ir para o conteúdo

Menu principal

O Céu dos Nossos Avós

Projetos

O projeto "O CÉU DOS NOSSOS AVÓS" é uma iniciativa do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra e do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional da Universidade Nova de Lisboa que nasceu no âmbito do Ano Internacional da Astronomia (AIA2009). Em 2009, este projecto contou com a colaboração de diversas instituições, entre os quais o Museu da Amazonia (MUSA), que produziu um filme, da autoria do etnoastrónomo Germano Afonso, autor de diversos textos sobre a astronomia dos povos indígenas do Brasil (TEXTO1 e TEXTO2). O projeto renasce agora, integrado no Ano Internacional da Matemática do Planeta Terra 2013.

Este projecto consiste na recolha de histórias tradicionais relacionadas com astronomia, mas também com a identificação de conhecimentos empíricos de astronomia que possam ter sido usados - ou ainda sejam usados - por pescadores, pastores ou lavradores nos seus diversos ofícios. Pretendemos ainda recolher textos em forma de provérbio, adivinha ou lengalenga, desde que sejam de raiz popular e estejam relacionados com astronomia.
Esperamos poder contar com a colaboração de parceiros neste projecto, de modo a poder chegar o mais perto possível de pequenas comunidades rurais ou piscatórias, onde este conhecimento ainda não se tenha perdido. Instituições ou associações que pretendam ser parceiros neste projecto podem contatar-nos através do  formulário de contacto
.

ORGANIZAÇÃO
:
- Museu da Ciência da Universidade de Coimbra
-
Instituto de Estudos de Literatura Tradicional da Universidade Nova de Lisboa



MATERIAIS

O envio de materiais poderá ser feito para um dos nossos endereços de correio eletrónico.


FILMES


O céu dos nossos avós (com legendas em inglês)


Germano Afonso - Museu da Amazônia (MUSA) - Manaus (Brasil)


O céu dos nossos avós

Germano Afonso - Museu da Amazônia (MUSA) - Manaus (Brasil)


TEXTOS

Mitos e Estações no céu Tupi-guarani
por
GERMANO AFONSO (in "Etnoastronomia",  Scientific American Brasil - Edição Especial)
Observando o céu de um modo muito particular, esses índios definiam o tempo da colheita, o calendário, a duração das marés e a chegada das chuvas.

Relações Agro-indigenas

por GERMANO AFONSO (in "Etnoastronomia",  Scientific American Brasil - Edição Especial)
A etnoastronomia dos africanos trazidos como escravos para o Brasil se misturou com a dos nativos do nosso país (Brasil)
constituindo novas formas de saber.

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal